B3 na Mesa de Natal: monte sua ceia com empresas das quais você pode ser sócio

Atualizado em 29 de novembro de 2023

4 minutos de leitura

Por Redação Faz Capital

A atmosfera natalina traz consigo não apenas a alegria de reunir a família em torno da mesa para a ceia, mas também a oportunidade única de tornar essa experiência culinária em um investimento estratégico.

Já imaginou criar uma ceia completa com produtos de empresas das quais você pode ser sócio? Nós já, e hoje vamos te mostrar como fazer para montar sua ceia com alimentos de qualidade e, ao mesmo tempo, impulsionar seu portfólio de investimentos. Vamos explorar como isso é possível e como o mercado de ações pode se tornar uma peça-chave nesse processo.

O Mercado de Ações: Uma Participação nos Bastidores das Empresas

Antes de mergulharmos nas delícias da ceia de Natal, é crucial entender como as ações funcionam.

Ações representam uma pequena parte na sociedade de uma grande empresa, tornando você um sócio do negócio ao adquiri-las. Existem diferentes tipos de ações, como as ordinárias (ON) com direito a voto, preferenciais (PN) com privilégios no recebimento de dividendos, e as Units, que são pacotes de ações com diferentes direitos e quantidades.

Ao deter esses papéis, você se torna elegível para receber dividendos e juros sobre capital próprio, pagamentos proporcionais à sua participação. Os valores dependem do lucro gerado pela empresa, mas também da gestão estratégica que pode optar por reinvestir parte dos lucros para expandir o negócio, resultando em uma valorização das ações.

O mercado de ações oferece oportunidades de lucro não apenas através de proventos, mas também pela valorização das ações ao longo do tempo.

Montando Sua Ceia com Empresas Listadas na B3

Agora, vamos aplicar esse conhecimento ao cenário da ceia de Natal.

Para começar, você vai ao supermercado comprar os ingredientes. Seja no Assaí (ASAI3), Carrefour (CRFB3), Grupo Mateus (GMAT3) ou no Pão de Açúcar (PCAR3), são empresas listadas na B3. Agora vamos às guarnições!

Para a entrada, sugerimos bruschettas com molho bolognesa, utilizando a carne de alta qualidade da Marfrig (MRFG3) e o azeite Nova Oliva (JOPA4). No prato principal, escolha arroz à grega da Camil (CAML3) e um suculento peru da Seara (JBSS3), Sadia ou Perdigão (BRFS3). Para os adeptos do veganismo, os produtos plant-based da Marfrig (MRFG3) oferecem uma alternativa deliciosa.

Encerre a experiência culinária com frutas frescas da PomiFrutas (FRTA3) ou em conserva da Oderich (ODER4). Se desejar algo mais doce com a cara do Natal, a indicação é um panetone da Camil (CAML3). E para brindar a alegria do Natal, escolha as melhores bebidas da Ambev (ABEV3).

Por que Investir em Ações?

O investimento em ações oferece benefícios a longo prazo, rendimentos maiores em prazos longos, a possibilidade de renda recorrente através de dividendos e juros sobre capital próprio, além da oportunidade de diversificação do portfólio.

Ações não são exclusivas para investidores agressivos; perfis moderados também podem se beneficiar dessa modalidade de investimento.

Mas atente-se aos riscos!

Investir em ações oferece oportunidades de retorno financeiro, mas também envolve riscos. É essencial que os investidores estejam cientes dos possíveis desafios e incertezas associados a essa modalidade de investimento.

Alguns dos principais riscos de investir em ações são:

1️⃣ Risco de Mercado: refere-se à possibilidade de que o valor das ações seja afetado por movimentos gerais do mercado, como flutuações econômicas, eventos políticos ou mudanças nas taxas de juros. Pode resultar em perdas significativas no valor do portfólio de ações devido a condições macroeconômicas adversas.

2️⃣ Risco da Empresa: refere-se aos riscos específicos associados a uma empresa, como má gestão, problemas legais, concorrência acirrada ou falhas operacionais. Eventos adversos relacionados a uma empresa específica podem resultar em quedas significativas no valor de suas ações.

3️⃣ Risco de Liquidez: relacionado à capacidade de comprar ou vender ações no mercado. Algumas ações podem ter baixa liquidez, o que pode dificultar a execução de transações. Dificuldades na venda de ações podem resultar em perdas, especialmente em momentos de volatilidade do mercado.

Construindo um Portfólio Versátil com Ações

O mercado de capitais é vasto e versátil, permitindo a construção de portfólios adaptáveis. É possível escolher ações altamente voláteis, como as Small Caps, ou compor uma carteira com Blue Chips, grandes empresas com alta liquidez e pagamento de bons dividendos.

A alocação de recursos em ações pode variar de acordo com o perfil do investidor e sua disposição para assumir riscos.

Ao escolher os alimentos certos para sua ceia de Natal, você não apenas agrada ao paladar, mas também investe no crescimento financeiro. Transforme este Natal em uma celebração de sabores e oportunidades, unindo o prazer gastronômico ao potencial de valorização de empresas na B3.

Que esta seja uma festa inesquecível, repleta não apenas de bons momentos à mesa, mas também de investimentos sólidos que perdurarão além da temporada festiva.

5/5 - (4 votes)