Carta do Gestor: como hackear a mente dos grandes fundos de investimento

Carta do Gestor

Você sabia que pode acessar a mente dos maiores gestores de fundos do país? É isso que uma Carta do Gestor proporciona a quem a recebe. E é sobre isso que vamos falar neste artigo!

O que é uma Carta do Gestor?

A comunicação entre gestores e o mercado é a maneira mais clara de obter informações sobre as ideias e teses de investimento das pessoas envolvidas nas decisões. E a forma mais comum de transmissão das mensagens é por meio da divulgação de relatórios periódicos, conhecidos como “Cartas Mensais de Gestão” ou, simplesmente, “Carta do Gestor”.

O objetivo de todos os fundos de investimento é a maximização do retorno do capital destinado a eles, com parcimônia, responsabilidade, diligência e transparência. Por se tratar de um veículo de investimento que se assemelha a um “condomínio”, as pessoas confiam seu patrimônio à gestão de uma pessoa ou um grupo de pessoas que irão tomar decisões para buscar as melhores oportunidades dentro do seu escopo e possibilidade de trabalho.

Ler as cartas mensais de quem gerencia seu fundo é uma forma de entrar na cabeça dele e entender as decisões que ele tomou. É essencial que o investidor conheça bem as pessoas chave envolvidas que irão decidir cada passo do investimento dos recursos, a mente e como elas desempenham papéis cruciais no dia a dia.

Quais informações são incluídas na Carta do Gestor?

Cartas mensais geralmente apresentam uma breve recapitulação dos acontecimentos na economia global e local, movimentações políticas no Brasil, eventos corporativos e o impacto na carteira do fundo. Mas há algumas gestoras que se destacam e divulgam relatórios fora da curva.

IP Capital Partners: As cartas divulgadas pela IP Capital Partners sempre trazem um comentário recheado de opinões sobre temas atuais em escala mundial e como isso impacta em ativos conhecidos. Embasam com dados históricos, referências e estudos de precificação para reforçar as teses.

Dahlia: Já a Dahlia, traz um tom mais literário para seus comentários mensais. Fazendo alguma analogia com um tema relevante atual ou algum acontecimento antigo, a gestora possui uma didática invejável para desmistificar os termos técnicos do mercado e expor suas teses de investimento.

Encore: A Encore mostra toda sua visão, atualização de posições e pensamento para o futuro por meio de um vídeo de 30 minutos. Neste vídeo, João Braga, gestor da casa, comenta em forma de bate-papo, entregando uma humanização à gestão e deixando o cotista mais próximo de quem está gerindo seu patrimônio.

Squadra: E, como em tudo, há alguns outliers. No ano de 2020, um mês antes da pandemia estourar no Brasil, a gestora de recursos Squadra revolucionou o mercado com uma carta explicando as teses de uma posição vendida na companhia IRB Brasil. Além de não ser comum uma casa evidenciar tão abertamente uma tese de investimento que aposta contra uma empresa, a companhia em questão era uma das mais visadas e valorizadas do mercado. A consequência foi uma queda de 15% no dia seguinte e quedas de magnitude enorme durante a pandemia, gerando perdas de capital permanente. Mas mais do que isso, foi um marco histórico no mercado de Fundos de Investimento.

Como usar a carta do gestor para tomar melhores decisões de investimento?

O principal diferencial a ser comprado em uma decisão de alocação em um fundo de investimento não tem preço definido: a mente do gestor. Saber como uma cabeça de um ser humano funciona, onde pode chegar e quais são os fatos que podem influenciar nas decisões é sempre uma tarefa muito difícil e sem um passo a passo, sem uma fórmula, para chegar no resultado final.

Ou seja, o ativo mais valioso de uma gestão de fundos é o intangível. Ao ter acesso a uma parte do direcionamento intelectual dos principais responsáveis por gerir seu patrimônio, podemos ter mais segurança na alocação, entendendo onde podemos chegar e como os recursos estão posicionados para o melhor resultado.

Como interpretar os dados apresentados na Carta do Gestor?

A leitura periódica das cartas mensais divulgadas pelos gestores traz uma série de benefícios para o investidor:

Informações sobre desempenho – detalhes dos motivos que levaram à performance recente;
Atualizações de portfólio – acompanhamento da estratégia adotada e qual a alocação atual;
Educação e aprendizado – expansão de conhecimento e novas visões de mercado;
Transparência e confiança – acesso a informações detalhadas a respeito das teses de investimento do gestor, garantindo uma troca de informações para que a relação esteja cada vez mais sólida.

É importante lembrar que a compreensão da forma de pensar de um gestor de fundos de investimento é um processo contínuo e requer uma análise aprofundada. As estratégias e abordagens de investimento podem evoluir ao longo do tempo e, portanto, é fundamental acompanhar as informações atualizadas sobre o gestor e seu fundo.

5/5 - (2 votes)

Conteúdos relacionados

Preencha o formulário para iniciar o download