Como economizar dinheiro para investir?

Como economizar dinheiro para investir

Quantas vezes você já viu no instagram postagens no estilo: “Maria ganha 20 mil. João ganha 10 mil. João investe todos os meses. Maria está endividada”?

A realidade é que 3 em cada 4 famílias sentem alguma dificuldade para chegar ao fim do mês com seus rendimentos. E a realidade ainda mais dura é que muitas vezes não importa o quanto essas famílias ganham no fim do mês, elas não sabem como economizar dinheiro, principalmente com o intuito de aportar mensalmente uma quantia para investir.

Mas existe segredo para chegar na tão sonhada liberdade financeira?

Spoiler: esse texto vai te ajudar a mudar sua mentalidade e sua relação com o dinheiro 👇🏼

Como economizar dinheiro: o pontapé inicial

Tem uma frase interessante que o universo das finanças utiliza bastante que é “Não basta ter ou ganhar dinheiro, é preciso saber lidar com ele, isso quer dizer, saber administrar e multiplicar”.

Independentemente do seu nível de conhecimento, você já sabe que investir é um passo necessário para ter uma vida sustentável financeiramente. Afinal, a gente vive para realizar sonhos; o planejamento pode ser a parte chata da jornada, porém, não chegamos em lugar nenhum sem ele.

Mas antes de pensar em investir, onde investir, com quem investir, é preciso dominar algo ainda mais básico: entender suas finanças para saber como economizar dinheiro.

Existem 3 conceitos básicos para você dominar: economizar, poupar e investir.

  • Economizar é uma das primeiras ações que devemos pensar quando falamos de bons comportamentos em relação à vida financeira. Não é uma questão de cortar o cafezinho que você tanto ama, mas sim cortar gastos desnecessários. Tudo é uma questão da prioridade que você decide dar às coisas.

    Por exemplo, faz sentido você continuar assinando Netflix, HBO, Amazon Prime, Star+, se está assistindo pouca televisão atualmente? Será que se ficar com apenas uma assinatura não seria suficiente?

 

  • Ao colocar em prática o ato de economizar em certos momentos do seu mês, você pode começar poupando dinheiro pensando em investir. Agora é preciso planejar seu orçamento para direcionar dinheiro para suas metas, objetivos e sonhos.

 

  • E finalmente, investir é potencializar o dinheiro que você poupou. Já ouviu falar naquela expressão “faça seu dinheiro trabalhar para você”? Esse é o caminho que você deve e pode trilhar.

Bom, esses são os três primeiros conceitos que dão o pontapé na organização da sua vida financeira.

Agora é importante que você realize um orçamento para visualizar como economizar dinheiro e como você vai conseguir poupar. O famoso “colocar em prática”.

Basicamente, um orçamento pode ser visto como uma ferramenta de planejamento financeiro pessoal que facilita para você realizar suas metas. Por isso, é importante que toda movimentação de recursos financeiros esteja anotada e organizada, incluindo:

☑️ Todas as receitas (ou seja, tudo o que entra)

☑️ Todas as despesas (que seria tudo o que sai)

☑️ Todos os investimentos que você pretende fazer depois, .

O beabá do orçamento

O passo número 1 aqui é fazer a reflexão de onde vem e para onde está indo o seu dinheiro.

De onde vem o dinheiro não costuma ser um mistério. Em geral, as pessoas naturalmente têm uma boa noção de onde vêm as suas receitas, já que normalmente vem de um trabalho fixo ou benefícios recebidos.

Por outro lado, pesquisas indicam que grande parte da população não sabe como gasta o seu dinheiro ou o quanto é gasto em cada grupo de despesas, como alimentação, moradia, educação, saúde, lazer, dívidas e outros.

O orçamento financeiro pessoal oferece uma oportunidade para você avaliar sua vida financeira e definir prioridades que impactam o seu modo de viver.

Com ele também fica mais fácil de formar uma poupança, investindo seu superávit financeiro, ou seja, o “sobra” no fim do mês, o saldo positivo.

O mundo ideal é que, antes de pensar em investir pensando em fazer seu dinheiro trabalhar para você, é preciso investir visando proteção, com os recursos suficientes para eventuais emergências. Isso é o que chamamos de formar uma reserva de emergência.

Mas afinal, como iniciar um orçamento pessoal?

Ele deve ser iniciado a partir do registro de tudo que você (ou sua família) ganha e o que gasta durante um período, em geral um mês ou um ano.

Existe mais de uma maneira de elaborar um orçamento. O método que vamos apresentar a você consiste em 4 etapas: planejar, registrar, agrupar e avaliar. Vamos a elas:

1️⃣ Planejamento

O processo de planejamento consiste em estimar as receitas e as despesas do período. Para isso, você pode utilizar sua rotina passada, elencando as receitas e despesas e usando-as como base para prever o que vem pela frente.

Aqui é importante, por exemplo, que você diferencie o que é fixo e o que é variável. Por exemplo:

  • Receitas fixas, como o próprio nome diz, são receitas que não variam ou variam pouco, como o valor do salário, da aposentadoria ou o que você recebe por algum aluguel de imóvel que tenha;
  • Já as receitas variáveis são aquelas em que os valores variam de um mês para o outro, como os ganhos de comissões por vendas ou os ganhos com aulas particulares;
  • As despesas fixas são despesas que não variam ou variam pouco, como o aluguel, a prestação de um financiamento, etc. São coisas que você tem uma boa noção da quantia que vai sair do seu bolso;
  • As despesas variáveis, são aquelas que variam de um mês para o outro, como a conta de luz, que depende do consumo, os gastos com uma viagem que você pretende realizar esse mês, o quanto você gastou em um bar quando saiu com os seus amigos, e outros que seguem essa mesma lógica.

Agora, dois alertas:

🚨 Existem os compromissos sazonais, como impostos, seguros, matrículas escolares, e outros.

🚨 Há também aqueles compromissos já assumidos, como prestações a vencer, e faturas de cartões de crédito.

2️⃣ Registro

É necessário anotar, de preferência diariamente, todas as receitas e despesas. Para isso,, aqui vão algumas sugestões:

  • Anote todos os gastos. Pode ser em uma caderneta, em uma agenda, no celular, no computador;
  • Confira os extratos bancários e as faturas de cartões de crédito;
  • Guarde as notas fiscais e os recibos de pagamento;
  • Guarde os comprovantes dos cartões;
  • Diferencie as várias formas de pagamentos e desembolsos, separando-as em dinheiro, débito e crédito.

3️⃣ Agrupamento

Quando você entrar na segunda etapa, vai perceber que são muitas anotações e a organização precisa ser ainda maior. Por isso vai fazer sentido agrupá-las conforme alguma característica similar.

O agrupamento também facilita para você entender qual grupo de despesas, por exemplo, corrói mais o seu salário. Um exemplo é que algumas pessoas gastam muito com uber, e não se dão conta da proporção desse gasto sobre o seu salário. Assim, ficaria mais simples de enxergar o quanto apenas com transporte é gasto mensalmente, e como economizar dinheiro nesse segmento.

4️⃣ Avaliação

Essa última etapa é para evitar aqueles momentos que você coloca a cabeça no travesseiro, pronto para dormir, e bate remorso por tudo que você gastou de forma desnecessária.

Você vai passar a avaliar como suas finanças se comportaram ao longo do mês e irá agir, corretiva e preventivamente, para que seu salário e sua renda proporcionem o máximo de benefícios, conforto e qualidade de vida para você.

Avaliar significa refletir. Então, reflita sobre os seguintes pontos:

  • Entender como se deu o saldo do seu mês. Você gastou menos, o mesmo ou mais do que recebeu?
  • Quais são as próximas compras que você quer e precisa realizar? O orçamento vai comportar?
  • É possível reduzir gastos desnecessários?
  • É possível e é preciso aumentar a receita?

Essas são as etapas necessárias para montar um orçamento. Mas há quem chegue no fim e perceba que gasta mais do que devia. Ou, principalmente, que já tem algumas dívidas feitas.

Antes de pensar em como economizar dinheiro, é preciso deixar as dívidas sob controle. Afinal: que sentido teria você separar um dinheiro para investir se está pagando altos juros do cheque especial ou de um empréstimo que realizou?

A melhor parte é que esse passo a passo que apresentamos para você, ajuda a quitar o que você deve, se for o caso. Com um orçamento já esquematizado, você identifica os pontos de maior atenção.

E se você está no vermelho?

Essa é a etapa de negociar tudo o que você deve, um a um. É o momento de procurar trocar dívidas que pagam juros elevados, por dívidas com juros menores. Negociar os prazos também pode ajudar na sua reorganização financeira.

No geral, não tem muito segredo para sair do vermelho. Mas há alguns pontos importantes para considerar:

  • Dê sempre atenção aos juros. O juro basicamente é o valor que você paga a mais quando atrasa um pagamento, ou faz um empréstimo. Mas ele não é apenas o vilão. Ele é só um fenômeno que existe nas relações de troca intertemporal, que pode estar contra ou a favor das suas finanças, a depender de como você lida com elas.
  • O crédito possui muitas vantagens e uma longa lista de alertas vermelhos. Use sempre com sabedoria;
  • Não dê “passos maiores que as pernas”, e preveja as despesas sazonais;
  • Se já estiver excessivamente endividado, não fique parado! Quanto mais tempo você ficar sem agir, maior a dívida ficará.

 

Agora que eu já aprendi como economizar dinheiro é possível investir?

Hoje em dia, mais brasileiros estão investindo em produtos financeiros. Em comparação, em 2021 era 31% da população, passando para 36% em 2022; totalizando aproximadamente 60 milhões de investidores no país. Para 2023, o dado continuou positivo, com uma nova alta de 5 pontos percentuais, o que corresponderia a um aumento de 9 milhões de pessoas no universo dos investimentos.

Mas esse número não é tão bacana como parece. 💥

A caderneta de poupança entra para a contagem, o que acaba inflando bastante essa porcentagem: já que ela continua sendo o produto financeiro mais utilizado pelos brasileiros, com 26% de preferência registrado em 2022. Já quando se trata do mercado acionário, por exemplo, esse número cai significativamente, ainda que continue em crescimento. 

O mercado ainda tem muitos potenciais investidores para receber. Até porque guardar o seu dinheiro embaixo do colchão ou deixar na poupança é um desaforo para ele.

No geral, existem algumas razões que se sobressaem para as pessoas não irem atrás de investimentos melhores:

  • Preguiça de procurar melhores maneiras de rentabilizar o dinheiro;
  • Falta de tempo para começar a pesquisar sobre investimentos;
  • Medo do desconhecido e do risco.

Mas para começar nesta jornada, é fundamental que você mude sua mentalidade sobre como economizar dinheiro:

➡️ Buscar conhecimento é necessário em tudo o que você for fazer na vida. Essa é mais uma área que você precisa de dedicação.

➡️ Há diversos tipos de investimentos, da renda fixa à renda variável, para os diferentes perfis de investidor e, consequentemente, para diversos níveis de tolerância ao risco;

➡️ E claro, risco é gerenciável.

Saber como economizar dinheiro vai muito além de ser uma necessidade de comprar bens. É conquistar uma liberdade financeira que se encontra em paralelo com a meta da felicidade. 

Mas sim, começar a investir pode ser uma jornada um pouco complicada no início, principalmente se você não entende alguns conceitos.

Apenas saiba que:

  • Existem os mais variados tipos de investimento;
  • Os investimentos se diferenciam primeiramente pelo grau de rentabilidade e liquidez;
  • É preciso entender qual o seu objetivo financeiro;
  • É necessário refletir sobre o tempo você está disposto a deixar determinado dinheiro investido;
  • Importante descobrir o seu perfil de investidor, preferencialmente falando com um especialista na área.

Ao ter trilhado os passos desse artigo, você pode entrar em contato com a Faz Capital. Investir não precisa ser uma jornada difícil e solitária, e uma das melhores assessorias da XP Investimentos vai te passar todo o suporte necessário.

Abra uma conta na Faz Capital e busque a sua liberdade!

 

4.6/5 - (5 votes)

Conteúdos relacionados

Preencha o formulário para iniciar o download