Testamento

Testamento: o que é e como fazer

Neste texto você vai aprender:

O testamento, muitas vezes visto como um mero detalhe burocrático, é na verdade uma ferramenta que garante que seus desejos sejam cumpridos após sua partida. Através dele, você define o destino de seus bens, protege seus familiares e evita conflitos futuros, assegurando paz e tranquilidade para quem você mais ama.

Neste texto, vamos desvendar os segredos do testamento, desde os diferentes tipos disponíveis até as etapas essenciais para sua elaboração. Exploraremos também as possibilidades estratégicas que esse documento oferece, permitindo que você faça um planejamento sucessório preciso e eficiente.

O que é um testamento?

O testamento é uma ferramenta bastante comum e simples para que a vontade da pessoa seja respeitada após sua morte. Mas há limites aos seus poderes que, se menosprezados, podem invalidar o documento ou restringir o cumprimento dos desejos nele contidos.

Tecnicamente, um testamento é um ato jurídico através do qual uma pessoa, chamada testador, manifesta sua última vontade sobre como seus bens devem ser distribuídos após sua morte. É um instrumento essencial para garantir que seus desejos sejam respeitados e que seus familiares e amigos recebam o que você realmente deseja, evitando conflitos e imprevistos futuros.

O testador tem a liberdade de dispor de seus bens da forma que desejar, desde que respeite a legítima dos herdeiros necessários (cônjuge, filhos e pais).

Tipos de testamento

  • Particular: é um documento sem registro público e assinado por pelo menos três testemunhas. É a modalidade mais frágil, pois seu extravio ou a morte de testemunhas pode limitar sua execução.
  • Cerrado: escrito pelo testador e entregue ao tabelião perante duas testemunhas. É uma modalidade mais segura, mas ainda pode ter fragilidades com relação à validade do seu conteúdo, uma vez que pode conter erros legais em sua formulação.
  • Público: redigido pelo tabelião, perante duas testemunhas, e seu conteúdo é público. É a forma mais segura de garantir a vontade do testador, pois o tabelião assegura que o conteúdo cumpre os requisitos legais.

Nem é preciso reforçar que a escolha mais sensata é optar pelo testamento público, pela segurança jurídica que proporciona.

Agora, vamos falar das possibilidades estratégicas deste documento.

➡️ Quando a herança fica somente para os herdeiros necessários

Se todo o patrimônio ficará para quem já é herdeiro, para que utilizar um testamento? Para direcionar os bens para aquelas pessoas a quem faz mais sentido.

Exemplo: uma pessoa cujos únicos herdeiros sejam dois filhos deixará metade do patrimônio para cada um. Vamos supor a seguinte situação:

  • um dos filhos é gestor na empresa da família e o outro tem outra profissão;
  • o filho que não trabalha na empresa mora no único imóvel da família;
  • o imóvel tem valor de mercado praticamente equivalente ao valor das cotas da empresa.

Acreditando que não faça sentido deixar 50% das cotas da empresa para cada filho e o imóvel em copropriedade, o testador pode determinar que um dos filhos fique com 100% das cotas da PJ e o outro fique como único proprietário do imóvel.

Assim, a empresa não ficaria com um sócio que não entende do negócio e o filho que já reside no imóvel não precisará pagar aluguel correspondente à metade do seu irmão.

➡️ Quando parte da herança vai para quem não é herdeiro

Quando se pretende deixar bens para terceiros, que não estejam na linha sucessória, o testamento tem a mesma função descrita acima para a parte legítima da herança. Já para a parte disponível, tem o poder de destinar bens tanto para beneficiar um herdeiro mais do que outro quanto para agraciar outras pessoas ou instituições.

Aqui, não há muitas variáveis. A metade do patrimônio que corresponde à disponível pode ser direcionada praticamente sem restrições. Quer deixar toda esta parcela para a igreja? Pode. Quer doar para a caridade? Pode também. Quer deixar para a sua universidade ou para alguém que tenha lhe feito companhia em momentos cruciais da vida? Mais uma vez: você pode.

Como fazer um testamento?

1️⃣ Reúna os documentos necessários

Para qualquer tipo de testamento, você precisará apresentar um documento de identidade válido no cartório ou tabelionato.

2️⃣ Defina seus desejos com clareza

O testamento é um documento pessoal e individual, onde você deve expressar sua vontade livre e de forma clara e objetiva.

  • Identifique seus herdeiros: Indique quem serão seus herdeiros e em quais proporções receberão seus bens.
  • Destinação específica de bens: Você pode destinar bens específicos para determinadas pessoas, como um imóvel para um filho ou joias para uma neta.
  • Tutores para menores: Se você possui filhos menores de idade, nomeie tutores para cuidar deles e administrar seus bens até que atinjam a maioridade.
  • Outras disposições: É possível incluir outras disposições no testamento, como desejos sobre seu funeral ou doações para instituições de caridade.

3️⃣ Consulte um advogado

Embora a elaboração de um testamento seja um processo relativamente simples, a consulta com um advogado especializado em direito sucessório é altamente recomendada.

Um profissional experiente poderá te orientar sobre a melhor forma de redigir seu testamento, garantir que ele esteja em conformidade com a lei e evitar problemas futuros.

Apesar de um advogado poder ajudar nas decisões e na redação do testamento, basta recorrer a um tabelião para garantir a boa execução do documento.

4️⃣ Registre e guarde seu testamento 

Após a assinatura, o testamento público será guardado no cartório. Já o testamento particular deve ser guardado em local seguro e de fácil acesso para os herdeiros.

Lembre-se:

  • O testamento pode ser revogado ou alterado a qualquer momento, desde que feito por meio de outro testamento válido.
  • É importante revisar seu testamento periodicamente para garantir que ele esteja de acordo com suas vontades e com a sua situação atual.

Fazer um testamento é um ato de amor e responsabilidade.

Ao planejar o futuro de seus bens e familiares, você garante que seus desejos sejam respeitados e que seus entes queridos sejam protegidos durante um momento difícil.

🍿 Um novo capítulo vai começar

No dia 05 de agosto nossa série Herança & Legado retorna para uma segunda temporada repleta de insights profundos, histórias emocionantes e estratégias inovadoras que vão o seu planejamento sucessório.

🔮 O que está por vir?

Sem revelar muito, podemos adiantar que nesta temporada você terá acesso a conteúdos inéditos, incluindo:

➡️ Entrevistas exclusivas;

➡️ Casos reais;

➡️ Ferramentas práticas.

 

5/5 - (1 vote)
Compartilhe

Assine nossa newsletter!