Truth Social: a plataforma anticensura mais comentada no mundo está na Bolsa

Truth Social

A rede social de Donald Trump, Truth Social, vai abrir capital em Wall Street. Mas ao contrário do que pode parecer, esse não é um típico IPO.

Aliás, a Trump Media & Technology Group merece toda a nossa atenção, já que, se a companhia ainda não estava no radar de grande parte dos investidores, agora muito provavelmente vai estar.

Conheça a Trump Media & Technology Group

A Trump Media & Technology Group, ou chamada por muitos de TMTG, é uma empresa fundada por Donald Trump, em 2021. Como o próprio nome já indica, ela é uma companhia da área de mídia e tecnologia. 

Desde janeiro de 2022, Devin Nunes, ex-membro da câmara dos representantes dos Estados Unidos, atua como CEO da empresa, e conforme um levantamento realizado em meados de 2023, Trump possuía cerca de 90% da cia.

A questão é que, desde a sua fundação, a TMTG vem apresentando perdas significativas, colocando em xeque sua capacidade de pagar as suas contas. 

Porém, desde o início, a companhia de Trump comunica que pretende usar uma empresa de aquisição de propósito específico – uma SPAC, que é uma sociedade constituída com o propósito único de levantar capital, por meio de um IPO, para adquirir uma empresa existente – para facilitar sua transformação em uma empresa de capital aberto. 

E se até o fim de 2021 você ainda não tinha ouvido falar da companhia, tudo mudou nessa época. A TMTG lançou a tão comentada rede social Truth Social no início de 2022 – que inclusive diríamos que é a grande razão para a Trump Media & Technology Group existir.

Truth Social: a plataforma anticensura mais comentada no mundo

A ideia de criação da Truth Social veio depois de Trump ser banido do Facebook e do Twitter em 2021, após o ataque ao Capitólio dos Estados Unidos, que ocorreu em janeiro do mesmo ano. A ideia era ser uma plataforma anticensura, sem exclusão de contas e represálias de personalidades da direita e da direita conservadora, que vinham reclamando da censura contínua em grandes redes sociais.

Na época, as opiniões sobre a Truth Social foram as mais diversas.

➡️ O jornalista da BBC James Clayton afirmou que a plataforma poderia ser uma versão mais bem-sucedida de outras plataformas de mídia social de alta tecnologia, e que essa seria uma tentativa de Trump de recuperar seu “megafone”.

➡️ Entre as reações críticas, Chris Cillizza, da CNN, escreveu que a plataforma estava fadada ao fracasso, e Noah Berlatsky, escreveu no The Independent, que essa era uma ameaça potencial à democracia.

Após o lançamento do aplicativo, muitos usuários tiveram dificuldades para acessá-lo ou registrar novas contas, com muitos sendo colocados em listas de espera ou não recebendo e-mails de confirmação de conta.

Hoje, a Truth Social tem 5 milhões de usuários e lidera as chamadas “redes sociais alternativas”. Comparando, o Facebook possui 3 bilhões de contas.

O IPO que não é exatamente um IPO

A Trump Media finalmente será uma empresa de capital aberto, mas o IPO não será exatamente um IPO. Isso porque a companhia vai se fundir com uma empresa de capital aberto, a Digital World Acquisition Corp., fundada em setembro de 2021 pelo ex-banqueiro do Deutsche Bank e Wall Street Patrick Orlando, com sede em Miami. 

⚠️ Os planos de fusão eram antigos, mas este foi o momento em que a maioria dos acionistas da Digital World votou a favor do acordo de fusão, após anos de obstáculos legais e regulatórios. 

O novo ticker negociado no mercado será DJT, as iniciais de Trump, que será proprietário de uma participação dominante da companhia, com ações no valor de mais de US$ 3 bilhões, conforme o preço atual de mercado. Como acionista majoritário, ele teria uma participação de pelo menos 58,1% – cerca de 79 milhões de ações.

Qual a possibilidade de ser uma bolha?

Vamos falar de números?

Alguns especialistas dizem que o mercado está superestimando drasticamente a Trump Media, usando como base os fundamentos da empresa.

Um professor de direito Yale, Jonathan Macey, deu uma entrevista à CNN afirmando que o preço de mercado da cia é exagerado, e que nenhum investidor racional aceitaria pagar alto por essas ações, especialmente se tivesse que mantê-las no longo prazo.

Os resultados corporativos indicam que, no terceiro trimestre de 2023, a receita da Trump Media totalizou apenas US$ 1,1 milhão, e que a companhia teve um prejuízo de US$ 26 milhões no mesmo período. O que pode ter contribuído para esses números é o fato de que a quantidade de usuários ativos mensais do Truth Social nos EUA em iOS e Android caíram 39% em relação ao ano anterior. O aplicativo continua sendo muito menor do que o X (anteriormente Twitter), que também está encolhendo, mas em um ritmo muito mais lento.

Ainda assim, a Trump Media está sendo avaliada em mais de US$ 6 bilhões, mostrando que justificar o preço de mercado atual é quase impossível.

 

5/5 - (1 vote)

Conteúdos relacionados

Preencha o formulário para iniciar o download