Quanto custa um casamento

Quanto custa um casamento no Brasil? (e dicas para economizar!)

Neste texto você vai aprender:

Um levantamento do site casar.com estimou que, em 2024, ocorrerão mais de 470 mil festas de casamento no Brasil.

Talvez a sua seja uma delas!

Mas quanto custa um casamento, que pode ser o grande próximo passo de uma vida muito feliz ao lado de seu parceiro ou parceira?

É isso que vamos mostrar nesse artigo da Faz Capital, que conta com dados de diversas fontes! Além disso, também vamos dar 6 dicas valiosas para economizar dinheiro no seu casamento, e deixar com você um material muito útil de organização financeira para casais!

Como economizar no casamento?

O casamento é, sem dúvidas, uma das datas mais importantes da vida de qualquer pessoa. Mas isso não significa que você precisa gastar mais que o necessário nela…

Por isso, acompanhe 6 dicas muito úteis para gastar menos na hora de casar!

➡️ Defina o que é prioridade

Como quem pensa em casar sabe muito bem, a comunicação é um dos fatores mais importantes no relacionamento entre duas pessoas.

Por isso, durante o planejamento das festividades, os noivos devem comunicar – com clareza – aquilo que consideram essencial e não essencial na festa.

Talvez vocês dois se importem muito com o buffet, mas não tanto com o buquê. Talvez a decoração seja prioridade, mas a noiva quer usar o vestido da mãe em vez de um novo.

Quanto vocês encontram um ponto que não é prioridade para ambos, a economia vem: basta diminuir um pouco do orçamento para isso!

E falando em orçamento, a dica 2 é…

➡️ Tenha um orçamento

O melhor jeito de gastar menos em qualquer aspecto da vida é planejar quanto você vai gastar com antecedência.

Criando um orçamento prévio, e focando em se manter dentro dele, você garante que vai fazer escolhas que não comprometerão o seu bolso após o último convidado deixar a festa.

Por isso, planejem o mínimo e máximo que pretendem gastar na festa com antecedência, e façam o melhor possível para não se desviar desse plano.

Com um orçamento criado com boa antecedência, recomendamos que você também…

➡️ Economize e invista para isso

Se o assunto do casamento já é algo recorrente nas conversas entre você e seu parceiro ou parceira, vale a pena já ir guardando e investindo para isso…

Isso porque, se você investir, pode usar parte dos rendimentos para minimizar o “custo real” que você terá que pagar na sua festa.

O ideal é que você invista esse dinheiro com base no prazo que tem até o casamento, priorizando segurança.

Caso ainda não tenha uma data programada, recomendamos um investimento de baixo risco, de renda fixa, que renda um pouco todo dia até o evento, assegurando que você não vai perder esse dinheiro.

Leia esse artigo para conferir alguns investimentos bons para o curto prazo, que podem te ajudar com esse objetivo!

➡️ Evite sazonalidade

O mês mais popular para casar é novembro, com 12% da preferência. Empatados em segundo lugar, estão os meses de outubro, dezembro e abril com 11%. 

Já os três meses menos demandados são: janeiro, fevereiro e agosto.

Assim como em viagens, é possível economizar bastante dinheiro programando o evento para a “baixa temporada”, em que os insumos para o casamento tendem a estar com preços menos inflados.

A economia pode ser feita inclusive na escolha do dia da semana para casar! Os casamentos entre segunda e sexta estão cada vez mais comuns, e tendem a ser mais baratos que nos finais de semana.

➡️ Troque presentes caros por itens da festa 

Todo mundo conhece a famosa “lista de desejos” do casal, não é?

Porém, as pessoas estão cada vez mais decidindo casar após já estarem juntas a mais tempo, inclusive compartilhando a própria casa.

Isso quer dizer que, muitas vezes, o casal já tem os móveis comprados e a casa pronta quando faz a festa. 

Então, os noivos podem pedir aos padrinhos e convidados ajuda com a festa, ou seja, com o buffet, aluguel do salão, etc. 

Com apenas algumas contribuições, os gastos da celebração podem cair bastante!

➡️ Considere contratar uma assessoria

Pode parecer contraintuitivo, por ser percebido como um “gasto a mais”, mas uma assessoria matrimonial profissional pode realmente ajudar a aliviar seu bolso no casamento…

Se você deixar claro seu budget e suas prioridades, a assessoria pode indicar fornecedores que atendam suas expectativas sem ultrapassar o orçamento, além de cuidar das inevitáveis dores de cabeça para viabilizar a festa – com as quais você, com seu trabalho e responsabilidades, não vai querer lidar. 

Quais os principais gastos de um casamento?

Agora que você já sabe como economizar um pouco mais nessa celebração, é hora de falarmos de alguns dos gastos que você pode esperar ter para tirá-la do papel… Isso influencia diretamente em quanto custa um casamento.

Os principais custos que você pode esperar ter são:

  1. Local da cerimônia: Inclui tanto o aluguel do local quanto depósito de segurança e taxas de serviço.
  2. Buffet (catering): O custo por pessoa para comida e bebida, que pode variar bastante dependendo do nível de sofisticação da escolha.
  3. Decoração: Aqui entram os custos para decoração do local, buquê, arranjos de mesa e outros itens.
  4. Fotografia: Todo mundo quer recordações do seu casamento, não é? Por isso, muitos noivos contratam fotógrafos profissionais para esse dia.
  5. Roupas: Aqui são considerados o vestido da noiva, e o traje do noivo.
  6. Música / Entretenimento: Pode incluir DJ, banda ao vivo, ou qualquer tipo de entretenimento que os noivos desejem durante a recepção.
  7. Convites: Custos de design e impressão dos convites físicos para a cerimônia.
  8. Assessoria: Se os noivos optarem por contratar uma assessoria de casamento, isso deve ser considerado no orçamento.
  9. Despesas adicionais: Imprevistos sempre acontecem, e você deve reservar uma parte do orçamento para despesas extras de última hora.
  10. Registro: Além da festa, é importante lembrar que um casamento também é um processo legal. Portanto, o registro da união também terá um custo que deve ser considerado.

Obviamente, nem todos os casais contratam todos esses serviços, mas eles são o básico que vamos considerar para a estimativa que faremos neste artigo.

Mas quanto, em reais, você pode esperar pagar por tudo isso?

Vamos descobrir!

Quanto custa um casamento?

Obviamente, o valor total a ser gasto não é o mesmo para todos os casamento, mas existem diversas estimativas disponíveis na internet.

1️⃣ Segundo dados da pesquisa Global Wedding Report 2023, por exemplo, os brasileiros desembolsam, em média, R$ 44 mil para festa de casamento com 125 convidados.

2️⃣ Segundo o site Inteligência Financeira, o valor a ser considerado pode ser entre R$ 1.200 e R$ 2.500 por convidado, dependendo se a celebração é mais intimista ou luxuosa.

3️⃣ Já segundo o site BV, um casamento de luxo com 100 convidados custa em média entre R$ 120 mil e R$ 700 mil, de acordo com uma pesquisa da Zankyou. 

Porém, aqui na Faz Capital, gostamos que você tenha a informação da forma mais clara possível. Por isso, buscamos o valor que você pode pagar para cada item comum da cerimônia que citamos no capítulo anterior do artigo.

Quanto custa um casamento, analisando gasto a gasto?

💒 Começando com o local da cerimônia, segundo o site casamentos.com.br, você pode esperar pagar cerca de R$ 8.000 pelo espaço. O valor dos horários e datas mais populares em capelas, basílicas e catedrais, por exemplo, pode ir de R$ 1.500 a R$ 10.000.

🍾 Segundo o mesmo site, em relação à comida, o valor a pagar pela equipe que vai cozinhar e servir, além dos alimentos e bebidas, deve ficar na faixa de R$ 10.700.

💝 Segundo o Global Wedding Report, o custo das decorações tende a ficar entre 12% e 17% do valor total da festa. Considerando 15% e a estimativa média de R$ 44 mil por casamento, podemos calcular que o valor das decorações deve ficar em cerca de R$ 6.600.

📸 Se você quer serviços de fotografia profissional, isso também vai custar um valor considerável: R$ 4.400, segundo o casamentos.com.br.

🤵🏻‍♂️👰🏽‍♀️ As roupas essenciais são as do noivo e da noiva, é claro. Segundo o site casar.com, elas devem ficar, respectivamente, em torno dos valores R$ 1.000 e R$ 5.000, totalizando R$ 6.000.

🎵 De novo recorrendo ao casamentos.com.br, temos a informação de que você pode esperar pagar cerca de R$ 2.860 pela música de sua cerimônia!

✉️ Os convites devem custar, pelo menos, R$ 1.000, segundo o blog casar.com.

🤵🏻‍♀️ O mesmo portal também avalia que uma assessoria profissional de casamento custa na faixa dos R$ 8.000.

➕ Quanto às despesas adicionais, recomendamos que você planeje uma reserva de, pelo menos, 10% dos valores de todos os outros itens somados. Talvez você não precise desse valor, mas é melhor não ter que recorrer a pedir dinheiro emprestado no caso de imprevistos.

📝 Finalmente, de longe o menor valor a pagar será o do registro civil. De acordo com o site BV, o valor pode variar bastante, desde R$ 60 no Rio Grande do Sul até R$ 500 em São Paulo.

Para saber o valor exato para você, pesquise como fica no seu estado!

Mas, somando tudo isso, quanto fica a estimativa final? Vamos descobrir!

DESPESA

VALOR

Local

8.000

Catering

10.700

Decoração

6.600

Fotografia

4.400

Roupas

6.000

Música

2.860

Convites

1.000

Assessoria

8.000

Demais despesas (10%)

4.756

TOTAL

R$ 52.316

R$ 52.316 é quanto custa um casamento no Brasil hoje, de acordo com a pesquisa da Faz Capital!

Responsabilidade financeira no casamento

Antes de terminar este artigo, temos uma dica final para os casais que querem ter sucesso financeiro no futuro!

O investimento na cerimônia é apenas o primeiro passo de uma vida que será – além de amorosamente – financeiramente unida.

Por isso, recomendamos que você baixe também, totalmente de graça, nossa Planilha de União Financeira para Casais, que vai ajudar você e seu parceiro(a) a organizar suas despesas e receitas de forma mais clara, e pode ser a “virada de chave” para que a sua nova vida a dois seja financeiramente próspera!

Este post foi útil? Avalie
Compartilhe

Assine nossa newsletter!